Quarta-feira, 21 de Agosto de 2013

Meu genro Luciano me sugeriu ler uma postagem no blog do Dr. Rodrigo Luz, ali ele comentava esta passagem na vida de Nosso Senhor Jesus:

"Quando o espírito imundo sai do homem, anda por lugares áridos, procurando repouso; e, não o achando, diz: Voltarei para minha casa, donde saí. E, tendo voltado, a encontra varrida e ornamentada. Então, vai e leva consigo outros sete espíritos, piores do que ele, e, entrando, habitam ali; e o último estado daquele homem se torna pior do que o primeiro” (Lucas 11:24-26).

Ele explica esta passagem dizendo que “muitos pregadores possam estar errando por ignorarem a hermenêutica”. E então, sentencia: “É triste constatar isso, mas observo que muitas das vezes parece que o mal não é de fato expulso da vida dos frequentadores e obreiros de inúmeras igrejas. As pessoas, depois de exorcizadas, batizadas e doutrinadas, tornam-se uma "casa vazia e ornamentada". Passam a usar máscaras de religiosas, porém terminam virando instrumentos nas mãos de terríveis demônios de carne e osso que são determinados líderes encontrados por aí em pele de cordeiro”.

Em nossa era pós-moderna não se tolera a ideia de que existam “espíritos imundos”, e seguindo esta filosofia materialista o Dr. Rodrigo prefere falar de “terríveis demônios de carne e osso”. Mesmo vendo as coisas pela modo cientificista atual, não nos é completamente estranho o entendimento de que vivemos num universo tridimensional, mas que existem universos que não são de matéria e que nele existam seres. Uns de luz, isso a poder de muito esforço e perseverança, e outros imundos que preferem as decisões que parecem fáceis. Sendo possuído por tais, o “estado daquele homem se torna pior”.



publicado por joseadal às 01:37
mais sobre mim
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
14
17

18
19
20
22
23
24

25
26
28
31


pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO