Segunda-feira, 07 de Outubro de 2013

Muitos cantos católicos, honrando o Espírito Santo, dizem: “Renovas a face da Terra”.

Foi um professor alemão de Meteorologia, Alfred Wegener (1880-1930),

que fazendo pesquisas geológicas chegou à conclusão de que a crosta do nosso planeta não era contínua. Lançou a teoria da Deriva Continental, em 1915, explicando que as placas de terra firme deslizavam sobre o manto, o material liquefeito sob altas temperatura e pressão.

Mas foi o geólogo Arthur Holmes (1890-1965)

que entendeu o que movia as placas tectônicas: a propriedade de fluidez do manto. São dois os movimentos: a convecção faz com que o material mais quente empurre o mais frio e a subducção atrai o mais denso para baixo. Estes movimentos naturais renovam a face do nosso planeta a cada 1 bilhão de anos, a Terra tem 4,5 bilhões de anos.

Um estudo filosófico chamado Antroposofia diz que nosso planeta já foi habitado por outras raças inteligentes e que seus traços desapareceram nesta reciclagem da crosta terrestre. Que ser formidável é o pequeno homem que chegado ao planeta nos últimos 100 mil anos pode reconstituir tudo o que aconteceu muito antes dele dar as caras por aqui.



publicado por joseadal às 23:01
mais sobre mim
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
17
19

20
21
22
24
26

28
30
31


pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO