Segunda-feira, 16 de Maio de 2011

Uma revolução é um corte abrupto em uma linha de ação. Ela pode ser promovida por elementos com força bélica, como os militares, ou pela força moral do povo que se apoia no valor da vida humana. Este é o tipo que agora sacode os países árabes com suas gerontocracias (governos de velhos ou velhos governos), como nomeia Bertrand Badie, especialista francês em conflitos internacionais.

Ele fala de um de seus alunos: "O jovem Kahled Tawfik, que estuda na Universidade de Londres, trancou a matrícula e voltou ao Egito para participar das manifestações. Antes de ir ele me disse: 'Há algo de muito errado quando alguém chega aos 26 anos de idade sem jamais ter visto outro presidente em seu país'.

Mas esta revolução será apenas para tirar do poder um homem velho e colocar um jovem? Gary Wasserman que é professor visitante na universidade do Qatar, diz: "Meus estudantes são, em esmagadora maioria, muçulmanos. São da elite em seus países, mas são viajados, acostumados com as conecções online e enturmados com músicas e filmes que falam de uma cultura diferente da deles. Porém, continuam confrontados com as rígidas demandas da família árabe, da tribo, da religião controladora e das tradições".

E o que diz o professor sobre esta geração árabe de 2011?

"Meus estudantes acham difícil reconciliar estas duas fontes de pressão. Entendem que os atuais governos são indifentes às profundas mudanças que ocorrem no mundo. Os que são egípcios querem Mubarak fora e querem a democracia a qualquer custo, e não tem certeza que se possa conseguir isto com paz. A liberdade é um conceito ótimo, mas se preocupam com a desordem que ela possa trazer, provocada por um povo que sempre viveu reprimido".

Este século, que só vou ver uma pequena parte, pelo que já ví nestes 10 anos, não será igual ao século 20 em que nos primeiros 14 anos começou o maior conflito havido até então, a 1ª Guerra Mundial. Creio que será maravilhoso em mudanças e com espiritualidade crescente. Quem sabe é a tal influência da era de Aquários que ouço falar desde a década de 1970.                              


tags:

publicado por joseadal às 22:43
mais sobre mim
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
17
18
20
21

22
23
25
27

29
30
31


pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO