Sábado, 04 de Agosto de 2012

O amigo virtual Oziel Junior viajou a Europa e tem colocado no Facebook fotos do passeio: em Sacré-Coeur, na mureta do Sena, no museu D’Orsay e em Notre Dame. Nas fotos tiradas no museu do Louvre uma me impressionou. Uma tela, pintura de Anne-Louis Girodet, Le Déluge (O Dilúvio). Girodet viveu no período da Revolução Francesa e foi o pintor preferido de Napoleão Bonaparte, no estilo retratista. Uma análise rapidíssima de sua obra, diz: “Suas obras estão impregnadas de uma graça e de um lirismo singulares, em harmonia com o espírito da sua época, prefigurando o romantismo”. (Girodet, em escultura de Jean-Baptiste Roman

Mas ao ver o quadro o associei ao que li no livro Não Tenham Medo, palavras de João Paulo II: “Consciência, responsabilidade e liberdade forma um conjunto na interioridade humana, que ainda não sendo percebido pelos sentidos, nos faz passar por experiências de grande intensidade”. Como nesta tela... pare um pouco, observe-a bem. Talvez ainda passaremos por um momento assim.

Não importa que pessoas como essas não tenham sobrevivido, nem perpetuaram seu DNA, seu histórico e desenvolvimento humano. Acabaram-se no dilúvio, numa erupção vulcânica, em um tsunami ou qualquer outra catástrofe natural. Foram perdedores. Os religiosos dizem que não estavam ao lado de Deus ou do Bem. Mas, ainda assim, um homem como este do quadro foi um Filho de Deus. Na hora do perigo extremo, no momento do “vamos ver”, mostrou que tinha em seu interior aquele conjunto referido pelo papa: “Consciência, responsabilidade e liberdade”. Com o velho pai agarrado às costas e puxando com todas as forças a mulher e os dois filhos ele escolheu o viver para os outros.

 A Bíblia diz em poucas palavras: “Morreu tudo o que havia na[quela] terra”. Morreu, mas não se perdeu aquelas almas que, mesmo tendo vivido sem pensar em Deus, no instante crucial demonstrou tudo o que o Pai ordenou ao mundo espiritual e a Natureza que implantasse em nós, humanos: o livre arbítrio, a liberdade de escolher salvar-se sozinho ou tentar salvar os outros.



publicado por joseadal às 23:36
mais sobre mim
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
13
15
17

19
20
21
22
24
25

27
29


pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO