Domingo, 21 de Abril de 2013

Para mim e você é só uma informação que podemos usar para aconselhar algum jovem.

O livro As Drogas e o Aniquilamento da Sociedade, de Lourildo Costa, diz: “O Dr. Freud acrescentou dois aspectos sobre o prazer. O de que o indivíduo procura encontrar um alívio de algum tipo de sofrimento e desprazer e o outro de que procura experimentar intensos sentimentos de satisfação. Cada um tem limitações impostas pela realidade de seu próprio corpo, pelo juízo do mundo exterior e pelas relações com outros seres humanos. Todo homem deverá ter tomado conhecimento das implicações de evitar o sofrimento. Quem busca uma forma artificial de ser feliz colocará em segundo plano a programação humana para aguentar o sofrimento. O Dr. Freud conclui dizendo que o processo químico da intoxicação é o modo mais eficiente, dentro todos os métodos experimentados por ele, para excitar o organismo com o intento de alterar ou evitar a noção do que possa parecer sofrimento”.

(passeando em Saquarema, durante um pedal encontrei esse amigo no chão, como é bom estar de 'cara limpa'!)

Enquanto escrevia isto passava na TV um anúncio de carro onde o ator contava como foi a noite dele, cheia de prazer e gastando uma nota preta. Para mim não dizia nada, mas para alguns, subliminarmente, ele dizia: eu posso ter prazer assim, e você, tem um jeito mais barato? Então o incauto embarca na senda tortuosa do real sofrimento e perda de graças.

“Freud afirma que em certas circunstâncias as drogas extraviam uma grande quantidade de energia que poderia estar sendo aplicada no trabalho de aperfeiçoamento do destino humano”.    



publicado por joseadal às 01:58
mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
17
18
19
20

24
25
27

28
30


pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO