Terça-feira, 23 de Abril de 2013

Lia sobre um sonho de uma mãe, no livro Mitologia Grega, volume I: “Nos últimos dias de gravidez, sonhou que estava dando a luz uma tocha que incendiaria a cidade toda”.

A mitologia não é só uma coleção de histórias, ela é a soma de antigos arquétipos que povoam nosso inconsciente. Neste mito os personagens principais são: Helena, Paris e a cidade de Tróia. Vou contar só um pouquinho de cada um.

Helena era filha de Leda. Sabe da frase safada, “afogar o ganso”, pois é tem tudo a ver com ela. “Leda atraiu a atenção de Zeus e um dia que se metamorfoseara em cisne o olímpico também se transformou e a possuiu, dai nasceu Helena”. Preste atenção nos signos. É comum a mulher dizer que se apronta para si mesma, em seu consciente pode ser isso mesmo, mas lá no vasto inconsciente a intenção é outra. Lembra de Betsabá? O mesmo que aconteceu com Zeus se deu com Davi (2 Samuel 11:2): “Uma tarde, Davi, passeava pelo terraço de seu palácio. Dali avistou uma mulher que se banhava, e que era muito formosa”. É uma situação comum há muitos homens e mulheres.

Um sonho pode conter o aviso de um destino. Há dois modos de enfrentar a mensagem: pelo bem e usando os princípios justos se consegue afastar o mal, ou pela violência fazendo que, afinal, tudo se encaminhe para o fim preconizado. Neste caso aconteceu o seguinte: “O pai mandou matar a criança tão logo nascesse. Sua mãe, porém, o entregou a um fazendeiro que vivia longe da cidade para o criar. Paris cresceu como um vaqueiro forte e belo [mas sem ser preparado para fugir a seu destino]. Na época de um famoso torneio na cidade o rei mandou pegar um touro bem formoso para ser dado ao campeão dos torneios. Tomaram o melhor animal de Paris. O jovem resolveu participar do certame, tornar-se campeão e ganhar seu touro. Sua irmã, profetisa, descobriu que o rapaz era o irmão perdido e ele voltou ao lugar que lhe cabia”.

O sonho encaminhava-se para o desfecho. Paris conhece Helena, que já era casada, e a seduz, tomando-a do marido fraco, mas que tinha amigos “pesos-pesados”, como Ulisses e Aquiles. E houve a guerra de Tróia.

(para fugir de um sonho mal nada melhor do que se embrenhar na natureza, longe das cidades e seus problemas)

Então, preste atenção aos sonhos, mas não procure soluções erradas, é sempre melhor buscar o bem.



publicado por joseadal às 23:51
mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
17
18
19
20

24
25
27

28
30


pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO