Sábado, 18 de Maio de 2013

Estudando Geologia, a evolução do nosso planeta, dei com um artigo escrito, não por um professor, mas por um leigo espiritualista - nota-se por seu linguajar. http://www.techs.com.br/meimei/genese/genese_cap07.htm :      

"É a própria natureza quem fala. Desde que se notem traços de fogo, pode dizer-se com certeza, que houve fogo ali; onde se vejam os da água, pode dizer-se que ali esteve a água, desde que se observem os traços de animais, pode-se dizer que ali viveram animais. A Geologia é pois uma ciência toda de observações. Sem as descobertas da Geologia, bem como as da Astronomia, a Gênese do mundo ainda estaria nas trevas da lenda. Graças a ela o homem conhece hoje a história da sua habitação. Um fato importante, irrecusável, que o exame dos extratos geológicas oferece, são os despojos fósseis de animais e vegetais dentro das diferentes camadas, até nas mais duras pedras. Conclui-se que a existência de tais seres é anterior a formação das aludidas pedras. Entre os despojos de vegetais e animais, alguns se mostram penetrados de matérias calcarias que os transformaram em pedras, outros apresentam a dureza do mármore. São as petrificações propriamente ditas de, não raro, esqueletos completos. Distingue-se os animais aquáticos e os terrestres por sua organização que não permite sejam confundidos. São numerosos os peixes e moluscos fósseis. Estes últimos formam bancos inteiros de tão grande espessura que deles se retira calcário por muitos anos. As mais antigas formações, contém espécies animais e vegetais que desapareceram inteiramente da superfície do Planeta".

Há muito tempo comprei em um sebo o livro A Procura de Adão que relata a odisséia de curiosos investigadores das rochas, na Inglaterra, na França e na Alemanha - a maioria protestantes, orientados pelos ensinos literais da Bíblia - que custaram a entender o que eram os fósseis. No início interpretaram como sendo corpos de homens e animais que Deus castigou fazendo que virassem pedra. Vide a história de Lot, em Sodoma, de como a esposa virou uma estátua de sal.

  

Todos nós precisamos de alguma crença que dê segurança a nossa vida, mas é preciso ter um juízo bem maleável para poder encaixar as novas descobertas da ciência no conjunto do que cremos.



publicado por joseadal às 20:44
mais sobre mim
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16

19
20
21
25

26
29
30


pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO