Quinta-feira, 25 de Julho de 2013

“Vem pra rua!” Que grito é esse? De onde saiu essa voz? (as fotos foram feitas por Edgar Kozlowski, em Volta Redonda, de quem tomo emprestado) 

Hoje, Lili e eu começamos a ler o livro Ágape, do padre Marcelo Rossi, e nas páginas que falam do amor divino encontrei este mesmo grito. Comentando a voz de Deus que Isaias (14:4) ouviu: “Porque és precioso a meus olhos, porque eu te aprecio e te amo, permuto reinos por ti, entrego nações em troca de ti”, ele diz (p.20): “Uma mulher, um só homem, valem mais para Deus do que todo poderio de um governo, ou, em outras palavras, o poder de um governo só se justifica se tiver como preocupação principal a pessoa, o ser humano”.

Há muito tempo o homem e a mulher brasileiro assistiu a impunidade grassando como uma praga nos tempos medievais. O padre falando de amor lembra: "O poder não pode ter por objetivo cuidar só de si mesmo. O interesse maior do governo de uma nação de ser ter cuidado, dar o respeito e ter caridade com quem mais precisa". A mulher sentindo dores atrozes ficava horas numa fila de hospital sem ser atendida. E onde estava a presidente dela e seu governador, o prefeito dela e seu vereador, o administrador do hospital e o médico? Padre Marcelo lembra a oração de Madre Tereza de Calcutá:

"o dia mais belo é hoje

... o que mais nos faz feliz? Ser útil aos demais"

Então, essa mulher e esse homem, até essa criança, resolveram se levantar e gritar, como nesse cartaz:



publicado por joseadal às 01:35
Muito bem, José. Onde estão aqueles em quem votamos para cuidar deste povo brasileiro!
João Bosco a 25 de Julho de 2013 às 02:44

mais sobre mim
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
18
19
20

22
23
26
27

28
29


pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO