Sexta-feira, 28 de Março de 2014

Um dia desses recebi uma mensagem de Paulo Coelho – estou em sua lista de contatos – onde anunciava: “Amanhã O Alquimista completa duzentas e noventa e cinco semanas na lista do jornal New York Time como um dos livros mais lidos do mundo”. Um brasileiro, vamos bater palmas! Então fui à estante e peguei-o pra reler. A ideia que guardei dele, quando o li há 20 anos, era de uma historinha boba. Mas não pode ser, concorda? Logo na p.9, diz: “Existem três tipos de alquimista, o que não se entende o que diz por que não sabe do que está falando; o que sabe muito mas que para ensinar só compreende a linguagem da razão; e o que por sua própria vida aprendeu e consegue ensinar falando ao coração do próximo”. Paulo é desses caras.

À p.48 fiquei muito admirado de ler o personagem Melquisedec, rei de Salém, dizer: “Seja você quem for ou o que faça, quando quer com vontade alguma coisa, é porque este desejo nasceu na Alma do Universo. É sua missão na Terra. A Alma do Mundo é alimentada pela felicidade, pela inveja, pelo ciúme e pela realização das pessoas. Cumprir sua Lenda Pessoal é a única obrigação dos homens. E quando você quer alguma coisa, todo Universo conspira para que você realize seu desejo”. Fiquei admirado porque 25 anos depois surgiu um vídeo e um livro chamado O Segredo explanando exatamente isso que Paulo ensinou bem antes: a Lei da Atração. Jesus, Deus andando conosco, tinha dito isso há 2 mil anos, mas chamou de FÉ.



publicado por joseadal às 12:29
mais sobre mim
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14
15

16
17
20
22

23
24
25
27
29

31


pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO