Sexta-feira, 06 de Setembro de 2013

Aprendi agora à pouquinho, que uma das coisas mais difíceis de se conseguir é amar a Deus acima de tudo. São Francisco de Sales (1567-1622)

disse isto, assim: “A perfeição consiste em amar a Deus de todo coração”. Ele foi bispo de Genebra, um dos fundadores dos salesianos e um dos Doutores da Igreja. Como pensador cristão, sabia o que dizia quando formulou esta frase: é quase impossível ao homem cercado de tantos desejos e paixões ter o coração todo dedicado ao seu Criador. 

São Afonso de Ligório (1696-1787) disse que o Pai lhe revelou: “O mundo nem existia, e eu já o amava”.

Ele escreveu A Prática do Amor a Jesus Cristo, livro publicado em 1768, e que comecei a estudar com Lili, onde na p. 12, diz: “Deus idealizou e pelo Seu poder fez existir as plantas, os rios, as montanhas, as frutas e tantas espécies de animais, dizendo: Quero prender os homens com bens que eles gostem, isto é, quero atraí-los a mim por laços de amor”.

Santa Teresa D’Ávila (1515-1582), declarou que, “todas as belas coisas me fazem lembrar de minha ingratidão por amar tão pouco o Criador”. Contam que o eremita São Simão Salo andando num lugar muito belo, todo florido, começou a gritar com as flores: “Calem-se, calem-se! Sei bem que Deus as criou por me amar e que eu não o amo como devia amar. Já entendi. Calem-se, por favor! Não me reprovem mais”.

 

Pai Eterno, pedir isso parece até uma blasfêmia, mas te peço: Ajude-me a amá-lo!



publicado por joseadal às 00:31
mais sobre mim
Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO