Quinta-feira, 09 de Junho de 2011

Em duas páginas de jornal, Ferreira Gullar em uma José Castello em outra, falam, sem combinar, em imagens e palavras. Enquanto os lia o tempo todo pensava nos meus irmãos nesta Terra que não gostam de ler ou acham que um filme ou a TV substituem uma boa leitura.

Gullar falando da comunicação visual diz: "O vínculo entre a imagem e a realidade nasceu com o homem das cavernas e se mantêm até hoje. Isto não significa que lêr seja um exercício descabido e inútil, pelo contrário, a linguagem das palavras cria significações que somam com a expressão das imagens".   

Já Castello lembra as imagens de Artur Bispo do Rosário, o artista esquizofrênico - uma interpretação nossa para a complexa personalidade dele - e e sua explicação para pintar: "Minha missão é enquadrar objetos para salva-los do dilúvio".

E o crítico deduz: “Ler um livro é tomar posse da língua, pois a literatura, sem ser algema, ainda assim prende e sustenta em um delicado fio de palavras, aquilo que de outra forma se perderia. Mais ainda: aquilo que, sem o contorno de um nome, não chegaria a existir”.

Ora, a vida é uma escola, nela aprendemos muito, mas quando lemos um bom livro tomamos consciência daquilo que outra pessoa, com mais luz do que nós, viu e com gentileza nos passa. Ou como diz José Castello, um leitor de muitos livros: “Sempre achei que a literatura é uma carícia”. Aproveite os dias dos namorados e faça uma “carícia” em quem você ama e especialmente em você mesmo. Leia um livro estes dias.


tags:

publicado por joseadal às 00:05
Concordo plenamente com a opinião de que ler é como umavcarícia. Lembro que, desde menina, quando lia, eu viajava nas linhas de cada página do livro que lia. Eu vivia tudo aquilo que lia. E, hoje, continuo assim. Quando li o Código Da Vince e depois fui ao cinema assistir ao filme, parecia que já havia passado por todas as cenas do filme. É mesmo muito bom. Gosto muito de ler. A leitura tem que ser boa e o livro tem que ganhar nossa simpatia. Não adianta tentar ler um livro que não nos atrai. Deste modo, procuro escolher meus livros, primeiro por indicação de alguém, depois pelo prólogo, depois folheio as páginas para ver se a fonte me atrai. Por fim, opto se o compro ou não. Mas quando compro, é sempre muito bom. Gosto também de ganhar um bom livro. Gosto de ganhar estas carícias.
vanice a 10 de Junho de 2011 às 03:52

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
29


pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO