Sexta-feira, 22 de Abril de 2011

As reencarnações - a evolução constante, não do homem José ou João, que tem, cada um, só uma vida para crescer e então ser julgado, mas o espírito, o ser que não é de matéria e que em uma existência foi João e noutra foi José – para muitos é incompreensível.

Mas há ainda outra forma de reencarnação ainda mais misteriosa. Dei-me conta dela ao ler Memórias de Adriano. O imperador romano diz em certo trecho: “Nós nos reuníramos para celebrar o melhor imperador que Roma conheceu depois da velhice de Augusto. Trajano, o mais constante no trabalho, o mais honesto e o menos injusto. Como a Coluna que inauguramos, com suas espirais, a alma do imperador subia ao céu. Meu pai adotivo transformava-se em um deus e iniciava sua participação na série de encarnações guerreiras de Marte eterno, que vem perturbar o mundo de séculos em séculos”.

Existem os poderosos avatares que auxiliam Deus nos cuidados com o universo de matéria. Segundo este pensamento, estes seres, de tempos em tempos encarnam os homens. Como Apolo que foi Confúcio, Buda e Oxalá ou Marte que foi Ninrod, Alexandre magno, Júlio César e Duque de Caxias.

Imagine o irrequieto Che Guevara como um espírito com uma missão e habitado pela encarnação guerreira de Marte.


tags:

publicado por joseadal às 16:21
mais sobre mim
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
19
23

24
26
27
29
30


pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO