Quarta-feira, 26 de Janeiro de 2011

O livro Criatividade diz que um homem como eu, que nasci na década de 1940, só com muita sensibilidade e informação certa pode compreender o que seja criação coletiva.

"Até o século 18 tudo era misterioso e mágico e a humanidade via-se desarmada diante das pestes e das secas e consequente fome. Então os estudiosos aprofundaram o saber a procura das causas e de como antecipá-las e resolvê-las. Surgem os movimentos como o de Keynes na economia, os matemáticos apresentam a teoria dos conjuntos e os pesquisadores exploram a biologia molecular".

Éprec iso estudar profundamente, entregar-se a um tema, para se criar algo novo e bom. É isto que precisamos colocar na mente dos jovens, não façam corpo mole só usufruindo o que já encontraram pronto. Agora chegou o tempo de cada produto ser criado por equipes multidisciplinares, cientista de campos de estudos diferentes se organizam para contribuir em um assunto como o desenvolvimento de um software, um satélite de investigação do sistema solar, um filme ou a construção de um grande prédio.

Domenico de Massi diz mais: "Consumada a experiência de racionalização extrema, conferidas às máquinas todas operações repetitivas e de precisão restará aos humanos usufruir a vida longeva de modo saudável, culto, solidário e comtemplativo".

Para que tudo isso não continue só o previlégio de uns poucos temos de passar para nossos jovens o prazer de aprender e de ser grato a ciência que acumulamos. Mas francamente, para se alcançar isto é preciso vencer idéias como as que tanto ouço na Baixada Fluminense: "a Bíblia me basta". Gente!!!



publicado por joseadal às 21:40
mais sobre mim
Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12

16
17
22

23
24
25
29

30


pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO